Muita gente hoje cedo no Pátio da Feira de Jatobá, para receber a Caravana Antinuclear. Logo na chegada fomos recepcionados por centenas de estudantes das escolas do município, cada uma representada por grupo de alunos que portavam faixas com frases contra a instalação da usina de energia nuclear e recitavam poemas, palavras de ordem ou cantavam musicas que ilustram o tema. O prefeito de Jatobá, João Gomes de Araújo foi o único das quatro cidades percorridas pela Caravana, que foi a público saudar a chegada da Caravana e participou de suas atividades. “Hoje é um dia de muita reflexão para os cidadãos e cidadãs de Jatobá. Precisamos debater esse assunto fundamental para o destino de nosso município, mas precisamos buscar alternativas. A Prefeitura de Jatobá se sente parceira da Diocese de Floresta nesse processo”, disse o prefeito.

 

O secretário de Educação de Jatobá, Climério Tadeu saudou a Caravana com um poema de cordel de sua autoria intitulado Nosso Sertão Não Merece Uma Usina Nuclear e afirmou que a sua Secretaria está comprometida e engajada em barrar esse projeto. “Mesmo que aqui só existisse uma pessoa, estaríamos lutando pela vida dessa única pessoa”, afirmou referindo-se ao fato de muitas argumentações em favor da instalação da usina estarem fundamentadas na existência de uma pequena população na região, o que minimizaria a situação em caso de um acidente nuclear radioativo.

 

No seu quarto dia de estrada a Caravana Antinuclear realizou exposição de materiais informativos sobre os riscos da instalação de uma usina nuclear, mini-feira de ciências sobre as fontes renováveis de energia, estandes demonstrativos com orientações de militantes do Greenpeace. Um grande número de moradores de Jatobá fizeram fila no estande de coletas de assinaturas para os abaixo-assinados contra a instalação da usina nuclear, inclusive o prefeito João Gomes. As 2000 assinaturas coletadas durante os quatro dias serão encaminhadas ao governo, juntamente com a Carta de Itacuruba, documento elaborado pela Caravana Antinuclear. A coleta de assinaturas continuará nos próximos dias em toda a região.

 

Pela manhã, no auditório da Escola Estadual Rural Manoel Gomes de Sá aconteceu o debate sobre Energia Nuclear, com a palestra do professor Heitor Scalambrini Costa. Estiveram presentes moradores de Petrolândia, estudantes de uma escola de Tacaratu e de outras localidades. Durante o debate, Adriana que representa o Projeto Cultura de Paz, de Petrolândia, lembrou outros processos de enfrentamento vivenciados na região. “Somos uma região com tradição de luta, primeiro foi contra a barragem de Itaparica imposta pela ditadura militar, depois no governo Lula a luta contra a transposição do rio São Francisco. Nas duas ocasiões não conseguimos barrar os projetos governamentais, mas demos uma grande demonstração de união e luta. Desta vez precisamos fazer algo novo, além do que fizemos nas duas outras ocasiões, para que a gente consiga barrar a instalação dessa usina nuclear”, enfatizou.

 

Em sua exposição na Escola Estadual de Jatobá o professor Heitor Scalambrini destacou a importância de democratizar as decisões relacionadas a energia no Brasil, que no momento atual dependem de um grupo composto por apenas doze pessoas. “O controle social das políticas públicas deve atingir também a questão da energia no país, pois ela encontra-se presente em nosso cotidiano”, afirmou Scalambrini. Várias pessoas que estavam no auditório manifestaram suas opiniões no debate e unanimemente se pronunciaram contra a instalação da usina nuclear na região.

 

No início da tarde foram realizadas algumas apresentações culturais por estudantes de escolas locais. A programação em Jatobá foi encerrada com uma bela apresentação em praça pública do espetáculo poético musical de educação ambiental Bicho Homem, que utiliza o teatro e a literatura de cordel para abordar questões ambientais e o tema da energia nuclear. A Caravana Antinuclear é realizada pelo MESPE - Movimento Ecossocialista de Pernambuco, em parceria com o Projeto de Educação para uma Cultura de Paz, da Diocese de Floresta, com o apoio do Greenpeace, Cáritas Brasileira, Coordenadoria Ecumênica de Serviço-CESE e da Articulação Anti Nuclear Brasileira.

 

Contato: Heitor Scalambrini Costa – 9964.4366

Jornalista/Assessor de Imprensa: Gerson Flávio – 8649.8759 ou 7812.0080

 

Acompanhe como foi a Caravana Anti Nuclear

Belém do São Francisco

Floresta

Itacuruba

Jatobá

Agradecimentos

Exibições: 180

Comentar

Você precisa ser um membro de Movimento Ecossocialista de Pernambuco para adicionar comentários!

Entrar em Movimento Ecossocialista de Pernambuco

© 2017   Criado por Movimento Ecossocialista de PE.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço