Para não esquecer: 11 de março, 5 anos Fukushima

Publicado em 10 DE março 2016 - EcoDebate,

Usina de Fukushima, após o desastre nuclear – Em 11 de março de 2011, o mundo soube da tragédia de Fukushima: um fortíssimo terremoto e um tsunami de grandes proporções, a que se seguiu a explosão de uma usina nuclear com todas as consequências de um acidente nuclear: a difusão de radioatividade, que permanecerá ativa durante anos, ameaçando muitas gerações. Foto: DW

 

2016: Cinco Anos Fukushima e 30 anos Chernobyl

O International Uranium Film Festival é o mais completo festival de cinema da Era Nuclear em todo o mundo, exibindo filmes nacionais e internacionais sobre o uso da tecnologia nuclear: da mineração de urânio às bombas atômicas, usinas nucleares, lixo radioativo, acidentes nucleares e os riscos da radioatividade em geral.

Acontece anualmente, em maio, na Cinemateca do MAM e atrai cineastas e pesquisadores de vários países, como Alemanha, Argentina, Itália, Estados Unidos, Japão e Índia. Em 2016, o festival chega a sua 6ª edição, com 74 filmes inscritos de 28 países.

Este ano o festival começa com sessões especiais no dia 11 de março e 26 de abril. O festival de cinema sobre a era nuclear, vai lembrar os acidentes nucleares de Fukushima e Chernobyl que completam em 2016, cinco e 30 anos respectivamente. Serão realizadas exibições de filmes sobre Fukushima e Chernobyl, na Cinemateca do Museu de Arte Moderna (MAM Rio) no Rio de Janeiro e também em Berlim.

Cinco Anos Fukushima

Programação 11 de março (sexta-feira), às 18:30 na Cinemateca do MAM Rio

ALONE IN THE ZONE (Sozinho na Zona de Exclusão), Japão, 2013, Documentário, 18 min. Direção: Ivan Kovac e Jeffrey Jousan. Produção: Vice Japan. Áudio em japonês, legendas em português. Trailer:http://www.vice.com/video/radioactive-man

ORDINARY LIVES / FUTU NO SEIKATSU (Vida no Cotidiano), Japão, 2012, Documentário, 80 min. Direção Taizo Yoshida. Produção Neighbors. Áudio em japonês, legendas em português.
http://ordinarylife.bgettings.com/wp/?m=201504

Depois da exibição dos filmes sobre Fukushima, a diretora do festival Márcia Gomes de Oliveira estará presente junto com Alphonse Kelekom, doutor em Radiobiologia e professor do Instituto de Geociências da Universidade Federal Fluminense, para um bate papo com o púbico. Márcia esteve em março de 2015 no Japão, a convite da organização japonesa Peace Boat (www.peaceboat.org), para participar de eventos do 4º aniversário do acidente nuclear: “Japan and the World Connect for a Nuclear Free Future”, “The Global Conference for Voices from Fukushima” e “The UN World Conference on Disaster Risk Reduction (WCDRR ) – Conferência da ONU sobre Redução de Riscos de Desastres. O professor Kelecom é membro da banca de juri do Uranium Film Festival e já esteve três vezes em Fukushima após o acidente.

30 anos Chernobyl

Programação 26 de abril, terça-feira, às 18:30 na Cinemateca do MAM Rio

INSEPARABLE (Inseparáveis), Ucrânia, 2013, Ficção, 118 min. Direção: Vitaliy Vorobyov. Àudio em russo, legendas em português. Situado no marco zero de uma catástrofe, o filme revela os detalhes do evento de Chernobyl. Mas alguns estavam muito ocupados vivendo o seu primeiro amor para perceberem o ocorrido. Um romance em meio à catástrofe de Chernobyl que ganhou o prêmio do Uranium Film Festival em 2015, no Rio. Para Márcia Gomes de Oliveira, diretora executiva do Uranium Film Festival, “Inseparáveis fez um grande sucesso no festival do ano passado no Rio e também em Berlim. Um filme muito emocionante e no mesmo momento muito informativo sobre o que aconteceu em Chernobyl.”

Depois do filme, debate e reflexão com especialistas do assunto energia nuclear.

Trailer do filme: http://film.ua/en/production/filmsandseries/projects/241

Serviço

Sessão de Cinema “5 Anos Fukushima”
11 de março (sexta-feira), às 18h 30min

Sessão de Cinema “30 Anos Chernobyl”
26 de abril (terça-feira), às 18h 30min

Uranium Film Festival
20 a 28 de maio

Ingresso
Inteira R$ 8,00
Maiores de 60 anos e estudantes R$ 4,00

Local
Cinemateca do Museu de Arte Moderna
Av Infante Dom Henrique 85 – Parque do Flamengo

Como chegar
http://mamrio.org.br/museu/servico/

 

Exibições: 37

Comentar

Você precisa ser um membro de Movimento Ecossocialista de Pernambuco para adicionar comentários!

Entrar em Movimento Ecossocialista de Pernambuco

© 2017   Criado por Movimento Ecossocialista de PE.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço